Por que a visibilidade de anúncios nos aplicativos para dispositivos móveis é tão difícil de medir?

Por causa do aumento recente do gasto em anúncios nos aplicativos, a obtenção de medições precisas de visibilidade nos aplicativos é um grande negócio para os profissionais de marketing para celular. A previsão é que US $ 77,03 bilhões serão gastos em publicidade no aplicativo nos EUA este ano, um aumento de 25,1% em relação a 2018.
1

Uma pesquisa recente da PubMatic e da Forrester Consulting com tomadores de decisão de marcas e agências revelou uma preocupação generalizada com a medição da visibilidade da publicidade programática nos aplicativos. Entre os entrevistados da marca, apenas o medo de fraude foi considerado um desafio-chave. A medição de visibilidade foi o principal desafio para os entrevistados da agência.

“As campanhas para celular são executadas nos aplicativos e na Web para dispositivos móveis, sem dividi-los”, afirmou Paulina Klimenko, gerente geral de dispositivos móveis da PubMatic, plataforma de fornecimento (SSP). “Como os métodos de verificação para o navegador e os ambientes nos aplicativos são muito diferentes, os sinais de visibilidade nos aplicativos entregues pelos fornecedores aos anunciantes costumam ser imprecisos”.

2

Em navegadores da Web para computadores e dispositivos móveis, as empresas de medição podem rastrear a visibilidade implantando um pixel no site que estão analisando. Com os aplicativos para dispositivos móveis, medir a visibilidade exige o uso de kits de desenvolvimento de software (SDKs) – ferramentas de software que permitem que terceiros integrem seus produtos em aplicativos. Para rastrear a visibilidade dentro dos aplicativos, as empresas de medição terceirizadas precisam fazer com que os proprietários de aplicativos instalem seus SDKs, de acordo com Jane Clarke, CEO do grupo comercial de publicidade Coalition for Innovating Media Measurement (CIMM).

“Esse é um grande obstáculo, porque essas empresas geralmente terceirizam o desenvolvimento de aplicativos para desenvolvedores externos que frequentemente moram em países diferentes, e os advogados dos proprietários de aplicativos devem garantir que os SDKs estejam em conformidade com as leis de privacidade do consumidor”, disse Clarke. “Além disso, toda vez que um aplicativo é atualizado, o SDK precisa ser testado para garantir que ele ainda funcione.”

Outro obstáculo é que cada SDK que eles adotam aumenta o tamanho do aplicativo, gerando latência. Os aplicativos para Android têm 18,2 SDKs, em média, de acordo com a SafeDK, empresa de gerenciamento do SDK .

Se um editor decidir não integrar o SDK de um fornecedor de medições, o fornecedor e seus clientes de marketing terão dificuldade em medir com precisão a visibilidade do anúncio do aplicativo. Em abril de 2018, o Laboratório de Tecnologia do IAB disponibilizou amplamente seu SDK de medição aberta, na tentativa de ajudar a aliviar esse problema. O SDK de medição aberta inclui rastreadores de visibilidade de vários fornecedores, permitindo que os editores adotem um único SDK padronizado para visualização em vez de precisar integrar um SDK adicional para cada fornecedor. Dezenove empresas passaram pelo programa de certificação SDK do IAB, de acordo com um porta-voz do IAB.

A visibilidade também afeta o modo como as campanhas são cobradas porque muitos anunciantes usam suas plataformas de compra programáticas para restringir os gastos com mídia ao inventário que é altamente visível. Com as métricas de visibilidade se tornando tão consequenciais para os anunciantes, surgiram divergências sobre como elas devem ser definidas e medidas.

O Conselho da CMO entrevistou 233 profissionais de marketing sênior em todo o mundo no primeiro trimestre de 2018 e descobriu que poucos entrevistados concordam totalmente com as diretrizes de visibilidade do IAB, que consideram os anúncios em vídeo visíveis, enquanto 50% do anúncio está na tela por pelo menos dois segundos consecutivos. Cerca de quatro em cada 10 entrevistados disseram que não concordam com o padrão da indústria, mas admitiram que se esforçaram para encontrar uma definição melhor.

3

O estudo do CMO Council indica que é fácil discordar do status quo, mas encontrar soluções permanece indefinido.

Fonte:Emarketer.com

EdgeRank II – Como aumentar o seu.

Você pode aumentar o seu EdgeRank seguindo alguns conselhos.

1 – Faça perguntas para os seus usuários.

Fazer perguntas é uma maneira de provocar a interação dos usuários com seu conteúdo.

As perguntas devem ser rápidas, lembre-se que seu usuário pode estar conectado por um dispositivo móvel e isso faz com que o tempo que ele deseja gastar para responder a sua pergunta seja menor.

2 – Utilize imagens.

Examine o relatório da sua página e você verá que que as publicações  que mais geraram curtidas, comentários e compartilhamentos são as que possuem imagens.

3 – Segmente suas publicações.

Tente direcionar algumas publicações para determinadas faixas etárias, gêneros, interesses ou regiões diferentes. Você vai perceber que o engajamento aumenta muito.

4- Econtre o melhor horário para publicar.

Você pode usar o Insights da sua página para saber quando a maioria dos seus fãs estão conectados. Você pode fazer testes variando o horário das suas publicações. Depois é só fazer o acompanhamento dos dados e ver o que está funcionando.

5- Mude de assunto e promova entretenimento para o seu público  alternado as publicações, mas sem perder a essência do seu conteúdo. Fazendo dessa maneira você irá aumentar o seu engajamento.

Por hoje é só

CRM e o Marketing Digital.

Você sabe o que é CRM?

CRM – é a sigla para Customer Relationship Management (Gerenciamento de relacionamento com clientes). Softwares de CRM oferecem soluções para uma boa gestão de relacionamento com clientes, como organização e armazenamento de informações e controle de contatos (conversas, reuniões realizadas, agendamentos, etc).

E no marketing digital. o CRM funciona da mesma maneira?

No Marketing Digital a grande sacada é: Conteúdo, Relacionamento e Monitoramento.

Conteúdo: O conteúdo se resume em: Quais histórias a sua marca deve contar nas mídias sociais? Como identificar os melhores conteúdos e torná-los atrativos para o seu público de interesse? O conteúdo faz parte da essência de uma marca. Tangibilizar esse conteúdo é fundamental para criar aproximação com seus consumidores e prospects. Curadoria de conteúdo é um pilar importante durante essa fase e em todo processo do CRM e na construção da identidade corporativa digital de uma marca.

Relacionamento: Se sua marca tem um ótimo conteúdo , mas não sabe se relacionar e provocar interações com seus clientes e consumidores, provavelmente este conteúdo não está se convertendo em resultados.Nas redes sociais, o essencial são os relacionamentos, que são na verdade, negócios disfarçados. Portanto é necessário criar estratégias de relacionamentos e conversações para atrair e despertar a atenção do seu público-alvo.

Monitoramento: O monitoramento é responsável por identificar oportunidades, e exerce papel fundamental no marketing digital, mapeando comportamentos e desejos do público-alvo, classificando sentimentos e percepções, além de criar filtros e keywords específicos para o seu negócio.

Bem resumido mas é isso aí.

O Zé Mané e a taxa de conversão – Final

tempoQuem apostou no tempo como um fator que influencia a taxa de conversão, acertou em cheio.O período analisado pode variar de um dia até vários anos. É preciso avaliar o que cada período representa e qual o período mais adeguado para o objetivo do seu negócio.

Quanto menor o período mais parecida a taxa de conversão por visita, visitante e usuários.

Com o aumento do período de tempo o comportamento da taxa de conversão por visita, visitante e usuários se altera progressivamente..

Outro fator que influencia esta análise é a sazonalidade. Um exemplo clássico é comparar a taxa de janeiro com a taxa de dezembro e concluir que houve uma queda brusca. Dezembro é o mês em que ocorre um volume muito maior de – no caso de um site de comércio eletrônico – vendas por causa do Natal, sendo assim é preciso comparar, para analisar a tendência da taxa de conversão, períodos de tempos semelhantes, por exemplo: Janeiro de 2013 / Janeiro de 2014.

Acho que sobre taxa de conversão é só isso mas a série Sopa de Letrinhas não termina por aqui. Você sabe o que é CRM, se não sabe aguarde a próxima postagem.

Até lá.

#sopadeletrinhas.

A Taxa de Conversão e o Zé Mané IV – Sopa de Letrinhas

tempoAo chegar em casa o Zé Mané estava todo empolgado para comprar a TV, mas sua esposa estava usando o computador. O Zé Mané então procurou a mochila com o notebook, mas ele tinha esquecido no escritório.Como ele queria muito comprar a TV, pegou o smartphone  e concluiu a compra. A taxa de conversão então ficou da seguinte maneira.

 

Pedidos

Universo

Taxa de conversão

usuários

1

1

100%

visitantes

1

3

33%

visitas

1

4

25%

Acho que agora ficou claro que a taxa de conversão sofre uma variação considerável dependendo da métrica utilizada e pode levar a conclusões equivocadas sobre determinado negócio. Acho que a melhor a ser utilizada seria:
visitas/visitantes que executaram a ação eperada. No caso de um site de comércio eletrônico uma compra, ou seja, visitas /visitantes que compraram. Mas esse assunto ainda não termina aqui. Temos mais um fator que influencia a taxa de conversão.Qual será? A dica está na imagem acima. Mas isto fica para a próxima postagem.
 
Continua……
 
#sopadeletrinhas.
 

A Taxa de Conversão e o Zé Mané III – Sopa de Letrinhas

despejo de trabalhoQuando acabou de chegar no escritório o Zé Mané voltou a acessar o site de comércio eletrônico usando dessa vez o seu notebook pessoal que tinha levado para o escritório e o navegador Firefox.Se neste momento o Zé Mané comprasse a TV a taxa de conversão ficaria da seguinte forma:

 

Pedidos

Universo

Taxa de conversão

usuário

1

1

100%

visitantes

1

2

50%

visitas

1

3

33%

 

Mas…,de repente, o chefe do Zé Mané invadiu a sala e despejou uma pilha de relatórios urgentes, daqueles para ontem. A TV do Zé Mané teve que esperar mais uma vez, ele deixou para comprar em casa, com maior tranquilidade.Como será que ficou então a taxa de conversão?

Continua…

#sopadeletrinhas

A Taxa de Conversão e o Zé Mané II – Sopa de Letrinhas

taxa de conversãoAo voltar da padaria o Zé Mané voltou a navegar pelas páginas do site de comércio eletrônico. Dessa vez ele já tinha uma marca de TV em mente e chegou até a consultar a página sobre a garantia extendida,  no caso da compra ser feita neste acesso a taxa de conversão seria:

 

       

Usuário

1

1

100%

Visitante

1

1

100%

Visita

1

2

50%

Mas como o Zé Mané estava atrasado para o trabaho, deixou para comprar a TV mais tarde, quando o trabalho no escritório desse uma folga. Como será que ficou então a taxa de conversão?

Continua….

#sopadeletrinhas

Visitas, Visitantes e Usuários.

equipe especializadaVamos lá, para que eu possa chamar o personagem fictício Zé Mané para nos ajudar a compreender a taxa de conversão de um website, primeiro é necessário entender a diferença entre Visitas, Visitantes e Usuários.

 

Visitas: Uma visita – identificada por uma sessão – é um conjunto de ações praticadas pelo usuário. Por exemplo: navegar pelas páginas. Qualquer sessão futura do mesmo usuário durante determinado período é considerada como visita adicional. A finalização da visita pode ocorrer por diferentes motivos. São eles: determinado período de inatividade, vencimento com base em um horário determinado, fechamento do navegador e mudança de campanha. Os parâmetros para finalização da visita variam conforme a ferramenta de análise da web utilizada.

Visitantes:Um visitante, também chamado de visitante único, é indentificado por um cookie persistente gravado no navegador na primeira vez que que uma pessoa visita um site. O cookie tem a duração determinada pelo seu criador, e ele pode um minuto, um dia, uma semana e até vários anos. Ele está mais perto de identificar um usuário mas também tem as suas limitações. Exemplos:

A pessoa pode acessar o mesmo site por diversos navegadores –(Chrome, Spark, Firefox….). Também pode acessar por diferentes dispositivos – (Smartphone, Desktop, Tablet e Laptop).As ferramentas de análise web também mostram a taxa de conversão baseada no número de visitantes. Não é a métrica perfeita mas já é melhor do que calcular a taxa conversão pelo número de visitas.

Usuários:Usuário em um site deveria ser igual a uma pessoa e de fato é o que mais se aproxima disso, mas na prática não é bem assim. Como já disse, uma pessoa pode acessar um site por meio de diversos navegadores e também por diversos dispositvos, a estratégia para contornar esse problema usada por algumas redes sociais é manter o usuário sempre logado em todos os navegadores e dispositivos, mas….sempre tem um mas, e se diversas pessoas compartilharem o mesmo dispositivo, neste caso teremos mais usuários do que visitantes. Sendo assim um usuário pode não ser igual a uma pessoa.

Agora que você sabe a diferença entre visitas, visitantes e usuários eu posso chamar o Zé Mané para demonstrar as distorções que podem ocorrer na taxa de conversão, mas isso fica para a próxima postagem para que esta não fique enorme.

Até lá.

Continua…..

#sopadeletrinhas