Mercedes Challenge

Claudio Kolodziej

237240_446879_cba_9328_web_

Linneu Linardi.

 

Linneu Linardi supera 11 concorrentes e faz mais um top-10 no Mercedes-Benz Challenge.

 

Mesmo após revisão da Mercedes, CLA AMG 45 do piloto da SBC Trans/Linardi Sports enfrentou problemas de embreagem durante todo o final de semana.

Mais uma corrida de recuperação. Assim foi o domingo de Linneu Linardi na sexta etapa do Mercedes-Benz Challenge, disputada no Autódromo Internacional de Curitiba, na cidade de Pinhais (PR). Após enfrentar problemas graves com a embreagem de seu Mercedes CLA AMG 45 ao longo de todo o sábado, o piloto da equipe SBC Trans/Linardi Sports conseguiu superar 11 concorrentes para terminar com a nona colocação.
Apesar do resultado da prova, considerado bom, Linardi fez questão de mostrar seu descontentamento com a Mercedes após a corrida. “O carro passou por uma revisão após a etapa do Velopark, mas aqui a embreagem voltou a apresentar problemas e isso se refletiu em todo nosso trabalho do final de semana”, disse o piloto. “É a quarta vez em seis etapas que algo que não é de nossa responsabilidade nos atrapalha. Isso prejudicou demais o meu campeonato”, reclama Linneu.
“Aqui em Pinhais o problema de embreagem prejudicou todo o final de semana. Além de ficar impossibilitado de conseguir uma boa posição para a largada, tive um desgaste excessivo dos pneus. A Mercedes precisa tomar alguma atitude”, seguiu o piloto, que ainda assim destacou o bom desempenho na corrida deste domingo. “Consegui superar vários adversários e terminar entre os dez melhores da corrida. Isso mostra que, com o carro em boas condições desde o começo, poderíamos brigar mais a frente”.
A etapa de Pinhais marcou ainda a estreia de Daniel Correa na categoria C250, terminando na oitava colocação em sua primeira experiência no Autódromo Internacional de Curitiba. O piloto maranhense recebeu elogios de Linneu Linardi após a corrida. “O Daniel teve uma estreia muito promissora, conseguindo ganhar muitas posições. É a prova da competência de nossa equipe, que mais uma vez desenvolveu um ótimo trabalho”, conclui Linardi.
A próxima etapa do Mercedes-Benz Challenge acontece no dia 15 de novembro, no circuito montado no Centro Administrativo da Bahia, em Salvador (BA).
Veja como terminou a corrida:
1. Rodrigo Hanashiro (CLA) – 28 voltas em 48min20s808
2. Lorenzo Varassin/Paulo Varassin (CLA) – a 0.990
3. Fernando Junior/Roger Sandoval (CLA) – a 4.207
4. Neto De Nigris (CLA) – a 4.746
5. Peter Feter (CLA) – a 7.547
6. Claudio Dahruj (CLA) – a 8.131
7. Cristian Hahn/Marcelo Hahn (CLA) – a 8.493
8. Carlos Kray (CLA) – a 10.991
9. Linneu Linardi (CLA) – a 11.892
10. Fernando Amorim (CLA) – a 12.587
11. Adriano Rabelo (CLA) – a 15.502
12. Arnaldo Diniz Filho (CLA) – a 16.213
13. Pierre Ventura (CLA) – a 18.600
14. Paulo Totaro/Ralf Pufleb (CLA) – a 21.064
15. Fernando Poeta/Luis Carlos Ribeiro (CLA) – a 23.894
16. Alexandre Molles Silva (CLA) – a 26.962
17. Danilo Pinto (CLA) – a 1 volta
18. Cesar Urnhani (C250) – a 1 volta
19. Cesare Marrucci (C250) – a 1 volta
20. Carlos Alberto Fonseca (CLA) – a 1 volta
21. Marcos Paioli/Peter Gottschalk (C250) – a 1 volta
22. Leo De Nigris (C250) – a 1 volta
23. Peter Michel Gottschalk (C250) – a 1 volta
24. Theo De Nigris/Thiago De Nigris (C250) – a 1 volta
25. Cristhian Mohr (C250) – a 1 volta
26. Daniel Correa (C250) – a 1 volta
27. Luiz Sena Jr (C250) – a 1 volta
28. Marcos Ramos/Claudio Simão (C250) – a 1 volta
29. Beto Rossi (C250) – a 1 volta
30. Flavio Andrade (C250) – a 2 voltas
31. Roberto Santos (C250) – a 2 voltas
32. Victor Amorim (C250) – a 2 voltas
33. Betinho Sartório (C250) – a 4 voltas
Não completaram 75% da prova
34. Max Mohr (C250)
35. Rodney Felício (CLA)
36. Eduar Merhy Neto (CLA)
37. Fernando Fortes (CLA)
38. Rodrigo Ferre/Bruno Alvarenga (C250)
39. Renato Camargo (C250)
Resultado sujeito a verificações técnicas e desportivas


Dinho Leme Comunicação
Rua Cel. Joaquim Ferreira Lobo, 256 – V. Olímpia – SP
Tel.: 55 11 3045 0836
rpleme@uol.com.br

Deixe uma resposta